“Brasil! Filipe!”

Originalmente publicado em 10 de janeiro de 2009 no blog sobre futebol do qual sou colaboradora, o De Primeira.
Filipe Luis Kasmirski

O fim do ano de Filipe Luís, lateral do Deportivo La Coruña, foi agridoce. Apesar de poder visitar a família no Brasil e fechar 2008 com a classificação para a próxima fase da Copa da Uefa e uma vitória de 4 a 1 sobre o Recreativo de Huelva pela Liga, com direito a um golaço seu, o catarinense de Jaraguá do Sul sabia que encontraria seu Estado alagado depois das chuvas de novembro. E, ainda por cima, que teria de ver seu time do coração, o Figueirense, rebaixado.

Ouça trechos da entrevista concedida ao Blog de Primeira, onde ele fala sobre a diferença entre a importância que se dá à Copa da Uefa e o desdém que os clubes brasileiros dispensavam à Sulamericana, pelo menos antes do título conquistado pelo Internacional, sua adaptação à Espanha, a sombra dos antigos ídolos brasileiros no La Coruña, sua relação com a torcida deportivista e sobre o time que o revelou.

“Tenho um amor pelo Figueirense muito grande, um carinho, uma dívida com eles. Espero um dia poder voltar e me despedir lá”, afirma o titular da lateral esquerda do Dépor. ‘Feli’, como é chamado pelos companheiros de time, está escalado para a partida de hoje contra o Sevilla pelo campeonato espanhol. A equipe entra em campo às 20h (17h, no horário de Brasília) e uma vitória pode deixá-la pela primeira vez entre os quatro primeiros da tabela, zona de classificação para a Liga dos Campeões. Atualmente, o time ocupa a sexta colocação, último posto que dá acesso à Copa da Uefa 2009-2010. São 30 pontos em 17 jogos, com nove vitórias, três empates e cinco derrotas.

Segundo o camisa 3, o objetivo principal do Deportivo é chegar aos 42 pontos, número que geralmente garante a salvação contra o rebaixamento. “Se a gente conseguir isso antes do previsto, claro, vamos tentar brigar para entrar na Uefa ou quem sabe na Champions”, explicou, otimista, mas consciente da dificuldade de enfrentar times maiores, mais ricos e com vários pontos a mais.

Apesar de o fantasma do rebaixamento rondar La Coruña mesmo após anos sem descenso, a torcida coruñesa mais otimista vibra com a palavra Champions. E vibrou também em 21 de dezembro, quando Filipe, depois de correr por 90 minutos na partida contra o Recreativo de Huelva, conseguiu ser mais rápido que seu marcador e, ao receber um passe certeiro, encobriu o goleiro e marcou o quarto tento da goleada. “Brasil! Filipe!”, gritou o torcedor atrás de mim na arquibancada, quando o jogo acabou. Grito que já foi direcionado a jogadores como Bebeto, Djalminha, Mauro Silva e Donato.


No vídeo com os melhores momentos da partida acima, a jogada de Filipe começa a partir do 3:10.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s