Deu no jornal #1 e #2

Inauguro uma seção que vislumbrei desde 19 de dezembro de 2008, mesmo antes de criar esse blog (cada um tem o seu ritmo, né). Trata-se de um espaço para mostrar ao Brasil alguma notícia que me chamou a atenção por aqui. Em uma época onde as mesmas notas de agência são publicadas de maneira idêntica nos jornais do mundo todo, achei interessante que vocês pudessem ver algo que só descobririam se estivessem na Espanha, ou se tivessem uma amiga muito legal para selecionar e  publicar no blog. “Quem não tem cão caça com gato”, já diria alguém que eu anarinaria pela crueldade contra os animais.

Para reparar os sete meses de atraso da inauguração deste espaço, que terá até categoria própria, este será um post duplo! Não quero ser processada por negligência, até porque minha mãe está cheia de tarefas como minha procuradora e não terá tempo de aparecer em nenhum tribunal.

–#1

Começo com a notícia que inspirou esta seção:

Un becerro desata el pánico en A Coruña y causa cuatro heridos

bezerro

Sim, eu moro na zona urbana. Mas a cidade grande tem dessas coisas, né não, sô? Um bezerro nas ruas de Coruña.

Era um pobre animal que estava no matadouro quando percebeu que algum despistado tinha deixado alguma porteira aberta. Em galego, a palavra liberdade se traduz para “ceibe”. Foi por isso que o bezerro fugiu. Você faria o mesmo.

Claro que o pânico fez muita gente gritar, o que aumentou o nervosismo do bicho de 400 quilos e, claro, ajudou a espalhar ainda mais medo nessa cidade pacata. No fim, ele morreu a tiros (a polícia aqui tem dias emocionantes). Cliquem no link para ler a matéria em inglês e aproveitem para ver o vídeo da ação, que é impagável.

Para quem nunca leu notícia em jornal espanhol, reparem nas diferenças: as aspas são baixas (confesso que no começo achei bem estranho, mas hoje elas me parecem esteticamente melhores que as altas que usamos no Brasil). E, se a polícia não fornece os nomes das pessoas, a nota sai com as iniciais ou sem nada mesmo. Ninguém sai fuçando por muitos detalhes.

— #2

Agua demasiado fría para un socorrista brasileño

socorristaFoto: Óscar París

Eu morro de ódio quando vejo alguém bronzeado na rua porque ainda não consegui qualquer pinta de “morenice” até hoje. Mas não tenho inveja nenhuma das horas diárias que o Daniel Jadach Oliveira Lima passa na praia coruñesa de Orzán. O meu conterrâneo encontrou um emprego de salva-vidas. Ou seja, tem que entrar na água para resgatar as pessoas.

O Oceano Atlântico do lado de cá, como bem me havia alertado o meu amigo Maurício, é gelado. Eu já pisei nele, mas foi só pra dizer que tinha entrado no mar. Não passei da canela, é óbvio. Agora imagina ser obrigado pela profissão a mergulhar o quanto for necessário? Daniel é um herói. O governo brasileiro precisa dar uma medalha a este homem de coragem infinita. Leiam o texto para ver como o pobre coitado sofre diariamente. Come o pão que o diabo amassou e depois mergulhou num balde de gelo.

Anúncios

3 Respostas para “Deu no jornal #1 e #2

  1. Apesar de peruano e palmeirense, creio que tenho algumas – poucas – virtudes. E uma delas, é reconhecer a tristeza, a melancolia de estar longe de casa, dos amigos, dos lugares preferidos, pois já estive em situação semelhante – morando inclusive em Madrid y Barcelona. A grande diferença é que naquela época não havia msn e muito menos internet e blogs. Bueno, le dijo la mula al freno, tá na hora de ir. Una duda, ¿por que Rivaldo y no Bebeto?

  2. Daniel Jadach

    Oi Ana, sou o “pobre coitado que come o pão que o diabo amassou” que trabalha de salva-vidas em La Corunha.
    Como se enterou da reportagem?
    Ahh, se vive por aqui, te convido pra tomar um café… e comer um pedacinho do pão comigo. Vai tá meio amassado pq o diabo é um “pesado” mas ñ passa nada… a gente molha na xícara e ele fica bom.

    Sorte com o bronzeado que busca,

    Daniel Jadach
    (ñ sabia onde deixar o comentário… assim que deixo aqui tb e tu apaga se ve que estorva)

  3. eu te disse, eu te disse, eu te disse 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s